Pedro Vaz regressa aos discos com “Manual de Canções”

Pedro Vaz

  • Comentar
  • Imprimir
  • Adicionar aos Favoritos

É em Outubro que o músico e compositor Pedro Vaz regressa aos discos com “Manual de Canções”. Produzido pelo próprio e por Fred Ferreira (Banda do Mar, Buraka Som Sistema, Orelha Negra), este segundo longa duração conta com 11 temas, dos quais se destaca “O carteiro” – o primeiro avanço lançado em 2016 e que é uma dedicatória ao seu avô, que foi carteiro durante toda a sua vida.
“Diz-se” é o senhor que se segue neste “Manual de Canções” que não pretende ser um álbum autobiográfico, mas que deixa transparecer as influências do dia a dia de Pedro Vaz. Aqui, canta-se o amor, a amizade, a família e, também, as opiniões e convicções de quem, subtilmente, pretende encontrar um lugar onde a harmonia e a coerência nas palavras, se cruzem, indubitavelmente.
Pedro Vaz não edita desde 2009, muito por “culpa” do seu trabalho como Letrista, Compositor e Produtor para outros artistas: Anjos, Rita Guerra, Dzrt, FF, 4Taste. Neste momento, Pedro Vaz encontra-se em estúdio e empenhado na produção do disco de comemoração dos 50 anos de Tozé Brito.
O seu percurso na música iniciou-se 2000 com os GIG, grupo com o qual editou dois discos e que percorreu o país em inúmeros concertos e eventos.
Foi em 2009 que Pedro Vaz editou o seu primeiro álbum a solo, “Tudo o que acontece”. Alguns dos temas deste primeiro disco fizeram parte das principais playlists das rádios nacionais, valendo-lhe o reconhecimento do público. Canções como “Preso em mim”, “É melhor assim”, “O meu ponto final” e “Só quero ser eu” fizeram parte da banda sonora de algumas das novelas de maior audiência na TVI.

Pedro Vaz em entrevista à AIN

Sem Comentários para “Pedro Vaz regressa aos discos com “Manual de Canções””

escreva um comentário.

Deixe o seu comentário