Vodafone Paredes de Coura: Edição de prata com maior enchente de sempre

Paredes de Coura

  • Comentar
  • Imprimir
  • Adicionar aos Favoritos

O 25º Vodafone Paredes de Coura chegou ontem ao fim com lotação esgotada, depois de, ao longo de quatro dias, ter recebido mais de 100.000 pessoas que, segundo a organização do festival, fizeram desta edição de “prata “a mais concorrida de sempre” (27.800 bilhetes vendidos).

Entre o público contavam-se espectadores de todas as idades e de várias paragens. Terão sido atraídos por um cartaz que fez passar cerca de 40 artistas por três formatos de palco que, de em ambientes mais massivos ou intimistas, criaram no público memórias sempre potenciadas pela beleza natural dos cenários proporcionados pela Praia do Taboão – em cujas margens milhares de campistas e outros veraneantes tomaram diariamente banhos de sol e de rio.

“Construímos algo que ninguém imaginava num concelho do interior e hoje, olhando para trás, sentimo-nos muito felizes em chegar aos 25 anos com esta força e energia, com um festival mais bonito que nunca e com uma enchente que nunca teve”, revelou à TSF João Carvalho, que se mantém na organização do festival desde a sua fundação.
A 25.ª edição do festival Vodafone Paredes de Coura terminou ontem no concelho do distrito de Viana do Castelo, por onde passaram artistas como At The Drive-In, Future Islands, Young Fathers, entre muitos outros.

Benjamin Clementine proporcionou a maior enchente da edição deste ano do festival minhoto.

Já são conhecidas as datas para o próximo Paredes de Coura: o festival regressa de 15 a 18 de agosto de 2018.

Fotos: Carlos Vilela

2 Comentários para “Vodafone Paredes de Coura: Edição de prata com maior enchente de sempre”

  1. Sara Pinho diz:

    Estive lá. O melhor festival de todos.

  2. José Lemos diz:

    Um festival desta natureza com imagens de péssima qualidade. Eu que não tenho qualquer formação em fotografia tirava fotos muito melhor. Visao básica, falta de sensibilidade fotográfica para um dos melhores festivais do país.

Deixe o seu comentário